RSS

domingo, 1 de maio de 2011

Outros mares


Definitivamente, estou navegando em outros mares. Neste último sábado tive uma prova concreta disto. Quer saber o que aconteceu? Vou contar tim tim por tim tim.

Primeira parte: Já não é de hoje que estou processando novos hábitos em minha vida, hábitos saudáveis, e está mais difícil do que imaginava. Embora não tenha desistido da ideia até então, muitas sabotagens ocorriam, tanto minhas quanto de fontes alheias à minha vontade.

Segunda Parte: Eis que me surge nas mãos um livro, Caminhos e Escolhas, de Abílio Diniz. Li em três dias, no feriadão de Páscoa. O livro em si não tem nada de muito novo, a linguagem do autor é por vezes arrogante e sem sal, mas extraí dali grandes ensinamentos, afinal. Não sei dizer ao certo, mas algo me tocou profundamente, um estímulo, uma  vontade, sei lá. Quis mudar e senti grande energia em fazê-lo, muito por causa dos exemplos citados no livro, muito por acordar minhas próprias vontades adormecidas.

Terceira parte: a frase 'Você não é o único ser humano no mundo que sente dificuldade em fazer exercícios físicos', dita pelo meu marido enquanto conversávamos, calou-me fundo. É verdade... se todos sentem dificuldades, porque só eu desisto sempre? Tem algo errado nesta história.

Quarta parte: Semana nova iniciada, regras cumpridas à risca. Muita dificuldade, muito sono, alguns minutos de pensamentos ' o que que eu tô fazendo aqui?' e o resultado: planilha de exercícios cumprida e dieta prescrita no livro idem.

Quinta e especial parte: a trilha de sábado, convidada pelo povo da Treine Bem. Fui sozinha, após alguns ajustes familiares e logísticos. Detalhe que na sexta anterior tinha chegado em casa às 3 da manhã, vinda de um show curtido com o maridão. Acordei às 7 horas da matina, contrariando tudo e todos (inclusive minha mãe, que ficou com a minha filha, duvidou abertamente que iria, e também minha irmã Adriana), deixei o marido no trabalho e fui, lépida e faceira, reencontrar minha nova velha tribo esportista, que há tempos havia abandonado. O grupo da elite, que faz a trilha correndo partiu, o grupo dos intermediários também, eu iniciei no grupo retardatário, mais uma vez 'iniciante' na operação esportista. Calma, você logo logo pega ritmo... ah, pensei comigo, estou sempre iniciando no grupo dos caminhantes, sempre começo, desisto, começo, desisto, começo e desisto de novo. Eu já fiz esta trilha caminhando, está na hora de refazê-la de forma diferente. Decidida, conversei com o Robson, querido treinador e preparado físico do grupo dizendo: vou correr alguns trechos, até mais....e fui. Em pouco tempo, as vozes do grupo retardatário já não era mais ouvida por mim. Ficou só o silêncio da trilha da Costa da Lagoa que, a parti dali, percorri sozinha. Corri os trechos planos, caminhei intensamente nos trechos com pedras e lama, só curtindo o visual e a natureza, escalei as pedras, encarei descidas, raízes e lama. Logo, atingi um outro grupo de caminhantes, que havia iniciado a trilha bem antes de nós. Aquilo foi maravilhoso. Ultrapassei-os correndo, senti-me diferente, mais forte, mais capaz, embora as pernas já estivesse sentindo bastante. Não parei um só momento. No caminho, aproveitando a vista deslumbrante, pensava no imenso número de pessoas que naquela mesma hora, se empanturrava de comida ou se afundava num sofá. Pensava na idosa que eu queria ser no futuro, nas escolhas que tinha de fazer para mudar, nos planos mais saudáveis que pretendia impor para mim mesma. No silêncio e contando comigo e com minhas pernas, segui em frente, milhares de pensamentos fluindo, um borbulhar intenso de perspectivas coloridas. Foi uma tremenda trilha: diferente, emocionante, maravilhosa. Uma descoberta interior incrível, um verdadeiro marco em minha vida.
Fez-me bem, muito bem.

Ao final de tudo, a conversa com o grupo, num restaurante da Costa, foi ainda mais vibrante. Muitos exemplos de superação, de vitórias e de dificuldades encaradas. Percebi que a diferença entre um atleta de elite e um iniciante é apenas a proporção do seu desafio. Enquanto o iniciante luta para conseguir disciplina e avançar 100 metros correndo, com seu fôlego de minhoca, o atleta tem que encarar uma maratona de 42 quilômetros sob sol forte sem perder o ritmo. Todos lutam por objetivos, modestos ou ousados, mas lutam... e avançam. Já não tive mais vergonha de ser iniciante...mas tenho a certeza qeu agora nunca mais terei que ser iniciante novamente. Vou avançar, a partir de aqui, para um outro rumo, uma outra história, para constantes e novos desafios para minha mente e meu corpo. Vou superar medos, angústias, preguiças, sonos, maus hábitos alimentares, e de presente ganho saúde de ferro, velhice autônoma e felicidade por ter a certeza de conseguir superar tudo o que quero.

Obrigada Treine Bem, Obrigada Abílio Diniz, Obrigada aos que duvidaram. Todas as etapas foram importantes para eu chegar até aqui. Agora quero mais.

Não quero provar nada a ninguém...tenho somente em mim os meus desafios e as minhas metas a alcançar... Definitivamente, navego em outros mares, que só eu sei a dimensão e os desafios que me esperam, mas quero, intensamente, enfrentá-los em nome de algo maior, grandioso e duradouro...eu mesma, numa versão melhorada e amadurecida!

3 comentários:

Rita disse...

Nossa, Isa, que relato empolgante! Parabéns! O melhor de você registrar aqui é que sempre poderá voltar a esse texto naqueles dias mais difíceis. Mas não é verdade que só você desiste não, viu? Muita gente pula fora sem metade da determinação que você tem. Boto fé, porque você fala o principal: não há nada a provar a quem quer que seja. Vá em frente, querida.

Beijos
Rita

Shenia disse...

Lindo texto, Isabela! Lindo momento da sua vida. Já passei por isso que você passou. Minha primeira trilha correndo, também fui sozinha, fiquei pra trás de alguns, na frente de outros. De repente, só o silêncio da mata. A gente se sente meio bicho, bicho que é na verdade, uma parte mágica dessa natureza que faz parte de nós. Parabéns, querida, você é uma pessoa especial. Consegue capatar a essência do ser, ser o melhor possível para você mesma.

Cℓαυ∂iα Hєℓαiทє disse...

Olá Isa.
Parabéns pelo post.
Motivação pura.
Tenha uma ótima semana. Bjs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...